sábado, 19 de janeiro de 2008

Questão...

RADARES

Porque raio Lisboa está cheia de radares e a Ponte Vasco da Gama onde todos sabem que há picanços nem um tem??!!??
Alguém me consegue explicar?







OS POMBOS CORREIOS DA GNR




por vezes os "nuestros hermanos" podem ensinar-nos algumas coisas:



isto é ao que a lei obriga, um aviso antes do radar

2 comentários:

F. Penim Redondo disse...

Em http://radares50-80.blogspot.com/

A resposta aos acidentes de viação em Portugal tem vindo a ser equacionada, quer nos meios de comunicação quer nas instâncias do poder, a partir de quatro ideias erradas e mistificadoras:

- Que os acidentes de viação constituem uma das principais causas de morte e são um dos problemas mais graves com que se defronta a sociedade portuguesa.

* a verdade é que só 0,79 % dos falecimentos em 2006 tiveram como causa os acidentes de viação

- Que Portugal apresenta uma sinistralidade anormalmente elevada quando comparada com outros países.

* a verdade é que Portugal é o 13º país em termos de mortos por milhão de habitantes, portanto a meio da tabela da Europa a 27

- Que os acidentes resultam quase sempre de velocidade excessiva e que a redução geral da velocidade de circulação seria uma solução sem inconvenientes e eficaz para combater a sinistralidade.

* a verdade que os estudos em Espanha mostraram é que a maior parte dos acidentes resulta de distracções, adormecimento e doenças súbitas ao volante. Uma redução da velocidade média de circulação de 60 para 50 km/h, em Portugal, levaria à perda pela sociedade de 14 milhões de dias/homem.

- Que os excessos de velocidade, e as suas "inevitáveis" consequências, são a demonstração irrefutável da irresponsabilidade e falta de civismo da generalidade dos cidadãos automobilistas.

* esta tese é tão científica como dizer que "os chineses são todos iguais" ou que "todos os espanhóis gostam de touradas"

Temos que nos mobilizar para reverter esta situação. Em vez de EXAGERAR e MANIPULAR para CULPABILIZAR é preciso ESTUDAR e COMPREENDER para PREVENIR.

JJS disse...

Meu bom amigo,continuas a fazer-me sorrir com os teus escritos.

Qto aos radares na ponte Vasco da Gama,ouvi dizer que não se pode parar para fazer fotografia, aliviar a bexiga da criança,pescar...etc talvez por isso é q os srs. obidientes da lei não foram lá...não podiam parar...rsss